terça-feira, 5 de setembro de 2017

Catequese sobre o mundo Angélico

São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate!







Ouça esta catequese do padre Wendell sobre o mundo angélico, com ênfase em São Miguel Arcanjo .

Sancte Michael Archangele, defende nos in praelio, contra nequitias et insidias diaboli esto praesidium: Imperet illi Deus, supplices deprecamur, tuque, Princeps militiae caelestis, satanam aliosque spiritus malignos, qui ad perditionem animarum pervagantur in mundo, divina virtute in infernum detrude. Amen.

terça-feira, 11 de julho de 2017

Homilia realizada em 16 de junho de 2016 

O zelo por Tua casa me consome








Link para download do áudio: Zelo pela casa do Senhor

Trecho da homilia:

"O profeta Elias surgiu como um fogo, e sua palavra queimava como uma tocha..."
Se nós podemos resumir a pessoa de Elias em uma palavra, essa palavra é zelo. Elias é o profeta do cuidado pela casa do Senhor "O zelo pela Tua casa me consome oh Senhor dos exércitos".
350 sacerdotes de um deus falso foram destruídos pelo zelo de um só homem. O zelo de Elias consumia sua alma por causa da casa do Senhor que continha o pacto da aliança com Deus: A arca da aliança, que era apenas figura e sinal. Elias teria se ardido em fogo muito maior se ao invés da figura ele tive conhecido a realidade, o Sangue da Nova e Eterna Aliança, A Eucaristia, o sacrifício da Cruz. Elias ardeu em fogo por esta realidade que ele não conheceu e que nós vimos, tocamos, comemos e bebemos. Onde está o nosso zelo? O fogo do nosso zelo? Olhando para o mistério da nossa fé, o nosso coração arde? Não é figura, não é imagem, é real!
Como está o nosso zelo? Quando nós entramos na casa do Senhor, quem nós saudamos? Jesus ou os vizinhos ao lado? Como entramos na casa de Deus? Nós começamos a crer numa coisa assim: "Meus irmãos, venham pra Igreja, porque a Igreja é nossa casa..." Mentira! A Igreja é casa de Deus! Igreja é casa de Deus! Esta casa Ele tem por sua morada em nosso meio e até a casa de Deus nós queremos tirar. Dizem: "A Igreja pertence à comunidade", não meus irmãos, a Igreja pertence à Deus! Porque ele é nosso Pai, NOS SENTIMOS EM CASA, veja a diferença, nos sentimos COMO se estivéssemos em casa. Nós precisamos voltar a ter o zelo, o santo temor de entrar na casa do Senhor, que não é minha, não é sua, não é do padre, do bispo.
Se o zelo de Elias era para com uma figura desta realidade, o que ele (o zelo de Elias) teria feito conosco? Quando nos encontrarmos conversando, desrespeitando a casa do senhor? Ele teria feito como fez com os sacerdotes de Baal? Teria pedido "Senhor, envia fogo para devora-los"? Como anda o nosso amor? O nosso amor nós manifestamos pelos gestos de amor. Já imaginaram um casamento sem nenhum gesto de amor? Como são os nossos gestos para o Senhor? Quantas vezes nós passamos de um lado para o outro, cumprimentando e saudando e nem sequer fazemos a genoflexão diante do Senhor. UM GESTO DE AMOR... Nós entramos na igreja, saímos, nem sequer saudamos o dono da casa. 
Nós aprendemos e sabemos que na missa nós temos diversos gestos, e é o Missal  Romano que ensina, não o padre Wendell. (Aqui ele dá vários exemplos de posições que o fiel deve assumir durante a Santa Missa). Meus irmãos, isso é tão simples e tantas vezes nem isso respeitamos, são gestos que demonstram nosso amor para com nosso Deus...
Não podemos perder isso, gestos pequenos e simples que vão nos ajudar a colocar a Deus no lugar que é dEle, na nossa vida. E eu vos peço, retomem o zelo para com Deus, retomem o zelo pela Eucaristia, que não é figura, É CRISTO MESMO! 
Lembremos: Igreja, casa de Deus, lugar do encontro do homem com Deus. Deixemos que como Elias o zelo pela casa do Senhor nos devore. Quando eu entrar por aquela porta eu diga "Jesus, é casa Tua! Estas verdadeiramente presente nesse sacrário, tabernáculo do Altíssimo, porta do Céu.” Que santo temor eu tenho de me aproximar deste lugar? Casa de Deus! Porta do Céu. Esta é a Igreja de Deus, é a Eucaristia, diante da qual os infernos tremem, se põe em fuga, porque o Deus poderoso, o Senhor dos Exércitos está presente.
Que possamos redescobrir o zelo pela casa de Deus, o lugar de Deus na nossa vida. Será este zelo de Elias, esse fogo devorador, que preparará a Igreja para a volta do Filho do Homem. Que o Senhor comece a preparar a sua volta aqui, no meu coração, no seu coração, pelo zelo ardente de Elias, que ardia, se consumia pela casa do Senhor.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Pentecostes: Festa da plenitude da Páscoa

Homilia realizada em 15 de maio de 2016 

Solenidade de pentecostes.








Link para download do áudio: Solenidade de Pentecostes

Trecho da homilia:


Se vocês prestam atenção na liturgia da Igreja... nós celebramos antes da Páscoa aquilo que a gente chama de Quaresma... Depois nós celebramos Pentecostes... A quaresma acontece em seis semanas, seis semanas de preparação para a Páscoa. Da Páscoa até Pentecostes... são sete semanas... Qual o significado disso? Seis é o número do homem, o homem foi criado no sexto dia... Sete é o número da plenitude... A quaresma é tempo da preparação do homem... É o tempo que o homem tem para abrir o seu coração, para rasgar seu coração... Este período da Páscoa... É o momento da vida em Deus. Por isso, sete semanas... A festa de Pentecostes é a festa dos cinquenta dias... sete vezes sete mais um... Sete é o número da perfeição... Sete vezes sete significa a grande plenitude... Pentecostes é a FESTA DA PLENITUDE DA PÁSCOA... Por isso mais um, é o selo do Espírito Santo...
Os apóstolos estavam reunidos... No mesmo lugar onde Jesus celebrou a Páscoa com seus discípulos... Lucas liga... duas festas que são inseparáveis... 

O que essa festa fala pra nós?...
Eu falei para vocês que ela recordava quando Moisés subiu o monte Sinai para receber as Tábuas da Lei... e segundo a tradição, essas tábuas foram escritas com o dedo de Deus... Meus irmãos, esta é a figura de Pentecostes. Em Pentecostes, a Igreja reunida recebe o Dom de Deus, a Força de Deus, a potência do Espírito Santo e o Espírito Santo desce verdadeiramente como fogo... Pentecostes é essa manifestação da Glória e do poder de Deus, que nos traz a verdadeira lei, escrita nos nossos corações...
A verdadeira aliança lava no sangue do Cordeiro... O fruto desta aliança é o mandamento do Senhor... é o Espírito Santo derramado em nossos corações, o Espírito Santo é o fruto da Páscoa. Cristo Ressuscitado alcança do Pai Eterno a remissão dos nossos pecados... [o] Espírito Santo... é fruto da redenção. Por isso nós dizemos que o Espírito Santo é fogo... É um fogo aceso pelo sacrifício da Cruz. O Espírito Santo que é Deus... é derramado no mundo pela ação do sacrifício de Cristo... Por isso que Jesus disse "é necessário que eu vá para que Ele venha", é necessário o meu sacrifício... a minha paixão e morte, para que o mundo possa receber este Dom de Deus... 
Ele dá o Espírito Santo primeiro como remissão dos pecados... Quando nós confessamos o padre vai dar a absolvição e diz: “Deus, Pai de misericórdia, que, pela Morte e Ressurreição de seu Filho, reconciliou o mundo consigo e enviou o Espírito Santo para a remissão dos pecados...” A potência do Espírito Santo é esse fogo que arde para consumir os meus pecados. Esse dia só tem fundamento se for remissão de pecados...

É muito belo nós olharmos Pentecostes hoje e ver o Espírito Santo que é fogo, que é vento, que é trovão... mas para isso o Espírito Santo primeiro purifica os pecados... converte a alma. Pentecostes acontece numa alma convertida... arrependida...quando o meu coração está rasgado... humilhado... é ali que Deus derrama seu Espírito... Nesse coração rasgado, pequeno e ultrajado, tem espaço para o Espírito de Deus... ali o Espírito Santo se derrama...reconstroi a alma... num coração que se esvazia de si mesmo... É isso que é Pentecostes...
O Espírito precisa ser derramado numa terra seca, mas sedenta de Deus... Que quando o Espírito Santo se derrama, aquela terra...possa absorver esta graça... a terra que o Espírito Santo vai renovar é o teu coração, tua alma, tua vida...

O Espírito Santo não é simplesmente sete dons, o Espírito Santo não é simplesmente amor, o Espírito Santo não é simplesmente o que Ele opera em nós. Nós precisamos conhecer o Espírito Santo pelo que Ele é: Terceira Pessoa da Santíssima Trindade Santificador, Vivificador. Ele que provém do Pai e do Filho pelo poder da Cruz e da ressurreição... Não há Pentecostes sem Cruz... A Igreja vive de Pentecostes... Porque a Igreja vive da renovação diária do Cordeiro de Deus que se imola no altar.


quarta-feira, 31 de maio de 2017

A força do silêncio frente à ditadura do ruído





Trechos retirados do livro: "La fuerza del silencio Frente a la dictadura del ruido" do Cardenal Robert Sarah 


"37 - Na Igreja, sem menosprezar o trabalho dos missionários e o mérito de seu sacrifício, monges e freiras representam a maior força espiritual. Os contemplativos são a principal força evangelizadora e missionária, o órgão mais importante e mais valioso que transmite a vida e mantém a energia essencial de todo o corpo. Deus escolhe as pessoas a que confia a missão de dedicar sua vida à oração, adoração, penitência, sofrimento e sacrifícios diários aceitos em nome de seus irmãos, para a glória de Deus, a fim de completar em sua carne o que falta aos sofrimentos de Cristo, por amor do seu corpo que é a Igreja. Eles são seres de silêncio. Estão constantemente diante de Deus. Dia e noite eles cantam o louvor de seu nome, em nome da Igreja e da humanidade. Nós não ouvi-los, porque contemplam o Invisível e sustentam a obra de Deus.

57 - Não há nada menor, mais doce e mais silencioso do que Cristo presente na Hóstia. Esse pedaço de pão encarna a humildade e o silêncio perfeito de Deus, sua ternura e seu amor por nós. Se queremos crescer e ser preenchidos com o amor de Deus, temos de consolidar nossa vida sobre três realidades: a Cruz, a Hóstia e a Virgem - crux, hostia et virgo… São três mistérios que Deus tem dado ao mundo para edificar, fecundar e santificar nossa vida interior e nos conduzir a Jesus. Três mistérios que se devem contemplar em silêncio."





*tradução livre da versão em espanhol

terça-feira, 23 de maio de 2017

Importa Obedecer antes a Deus do que aos homens

Homilia realizada em 07 de Abril de 2016 

Importa Obedecer antes a Deus do que aos homens.






Link para download do áudio: Importa Obedecer antes a Deus


Leituras do dia:
Primeira Leitura At 5,27-33
Evangelho Jo 3,31-36


Pequeno trecho da homilia


"...Não há força do Espírito, não há poder do Espírito, não há ação do Espírito sem obediência... Aqueles que se dizem falar em nome de Deus... e não obedecem a sua Igreja, não obedecem a Pedro que fala em nome dos doze apóstolos, neles não age o poder do Espírito de Deus. E todo aquele que quer colocar o carisma, quer colocar o seu dom, colocar a sua experiência pessoal acima de Deus e da obediência às normas que Deus colocou, ali não sopra o Espírito de Deus. O Espírito de Deus só opera naqueles que obedecem. Sem obediência não há graça...

É o Espírito Santo que guia a Igreja e o Espírito Santo não se contradiz... O Espírito Santo não pode dizer "a partir de hoje isso é assim e antes o que foi feito era errado"...
Em dois mil anos o espírito de Deus conduziu a Igreja, até hoje... 
Cuidado com aqueles que dizem possuir o Espírito sem obedecer a Deus, aqueles que se dizem donos do Espírito... Mas não obedecem a Deus, o Espírito Santo não se contradiz... O Espírito Santo é verdadeiramente presente na história da Igreja e guiou a Igreja, guiou os santos, guiou os papas e guiou o Magistério da Igreja... pra que pudéssemos celebrar a nossa fé aqui como estamos celebrando, pra que pudéssemos celebrar a Eucaristia como estamos celebrando, porque foi o Espírito que guiou a Igreja. 


Na obediência dolorida de obedecer a Igreja, na obediência dolorida de renunciar a si mesmo... Este é o caminho do cristão, este é o caminho da Igreja, aceitar os caminhos do Senhor, aceitar o Espírito que conduz... Mas não conduz para onde eu quero, não sopra para onde eu quero, sopra para onde Ele quer."


segunda-feira, 15 de maio de 2017

Igreja Una, Santa, Católica e Apostólica

Homilia realizada em 01 de maio de 2016 

Igreja Católica e Apostólica




Padre Wendell nos fala, nesta homilia, sobre dois atributos da Igreja: CATÓLICA E APOSTÓLICA.

Leituras do dia:

Primeira Leitura At 15,1-2. 22-29
Segunda Leitura Ap 21,10-14. 22-23
Evangelho Jo 14,23-29

Trecho da segunda leitura:
10 Um anjo me levou em espírito a uma montanha grande e alta. Mostrou-me a cidade santa, Jerusalém, descendo do céu, de junto de Deus, 11brilhando com a glória de Deus. Seu brilho era como o de uma pedra preciosíssima, como o brilho de jaspe cristalino.12Estava cercada por uma muralha maciça e alta, com doze portas. Sobre as portas estavam doze anjos, e nas portas estavam escritos os nomes das doze tribos de Israel.13Havia três portas do lado do oriente, três portas do lado norte, três portas do lado sul e três portas do lado do ocidente.
Pequeno trecho da homilia: "O que significa essas doze portas voltadas para cada região? Tendo um anjo, uma tribo de Israel e um apóstolo. Significa a catolicidade da Igreja. Essa cidade [a Cidade Santa] é universal, ela não pertence aos judeus... Esta Igreja pertencente à todos os povos, nações e línguas. Todos esses povos entrarão por estas portas... Toda humanidade entrará por essas portas. Viverá e se alimentará dessa presença do Cordeiro, que será tudo em todos. A IGREJA É PARA TODOS. É o que encontramos na primeira leitura de hoje. Quando alguns judeus disseram... 'A salvação virá pela circuncisão...' Paulo e Barnabé, voltam a Jerusalém, consultam os apóstolos e junto com eles e dizem: 'Não! A salvação vem de Nosso Senhor Jesus!... Porque decidimos, o Espírito Santo e nós!...' Esta realidade... é verdade de fé. O Espírito Santo auxilia a Igreja, é defensor da Igreja contra todo o mal... A Igreja tem a assistência do Espírito Santo... É por esta assistência do Espírito Santo que nós dizemos que ela é APOSTÓLICA, fundamentada nos doze apóstolos, não somente fundada pelos apóstolos há 2 mil anos atrás, mas ainda fundamentada nos apóstolos... A missão dos apóstolos continua...
É por isso que quando a Igreja fala. ela diz, 'o Espírito Santo e nós definimos que...' Foi o que a Igreja fez nesses dois mil anos. Se levantam tantas doutrinas e ela diz: o Espírito Santo e nós definimos que 'Jesus Cristo é verdadeiro Deus... o Espírito Santo é verdadeiro Deus... Maria nasceu concebida sem a mancha do pecado original', são verdades da fé que a Igreja usa essa mesma expressão... 'o Espírito Santo e nós definimos que'. Por isso a Igreja se apresenta ao mundo como: Una, Santa, Católica e Apostolica... essa é uma verdade de fé."




segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Novena dos estudantes e concurseiros a São José de Cupertino




Novena a São José de Cupertino



Oração preparatória para todos os dias: 

Gloriosíssimo São José de Cupertino, protetor dos estudantes, não desprezeis as súplicas que  dirijo implorando vosso auxilio nas provas de meus estudos.
Alcançai-me do Senhor que, como verdadeira fonte de luz e sabedoria, dissipe as trevas de meu entendimento, o pecado e a ignorância, instruindo minha língua e difundindo em meus lábios a graça de sua benção.
Dai-me agudeza para entender, capacidade para reter, método e faculdade para aprender, sutileza para interpretar, e no momento do exame, graça e abundância para falar, acerto ao começar, direção ao continuar e perfeição ao acabar, se assim convém a maior glória de Deus e proveito de minha alma. Amém.







Meditar às máximas e rezar as jaculatórias do dia correspondente:

PRIMEIRO DIA
Máxima: "o que tem fé é Senhor do mundo."
Jaculatória: São José de Cupertino, espelho de fé, rogai por mim.

Segundo Dia
Máxima: "quem tem esperança em todo lugar, não faz pouco."
Jaculatória: São José de Cupertino, espelho de esperança, rogai por mim.

Terceiro Dia
Máxima: "Tudo se deve fazer para voltar propicio a misericórdia divina até o próximo."
Jaculatória: São José de Cupertino, fonte do caridade, rogai por mim.

Quarto Dia
Máxima: "Em qualquer tentação, não confieis nunca em vós mesmos; mas levantando o olhar ao crucifixo, apoiarás vos inteiramente no Salvador, e logo nada temeras, que Deus não deixara de ser vos fiel se vós permaneceis com Ele."
Jaculatória: São José de Cupertino, modelo de humildade, rogai por mim.

QUINTO DIA
Máxima: "A obediência é o mais eficaz exorcismo contra o demônio."
Jaculatória: São José de Cupertino, modelo de prudência, rogai por mim.

SEXTO DIA
Máxima: "quem tem paciência em todo lugar, não faz pouco."
Jaculatória: São José de Cupertino, modelo de paciência, rogai por mim.


SÉTIMO DIA
Máxima: "Os santos não se fazem no Paraíso, senão na terra, por onde é necessário padecer neste mundo para poder gozar do Paraíso."
Jaculatória: São José de Cupertino, exemplo de penitência, rogai por mim.

OITAVO DIA
Máxima: "Refúgio de pecadores, Mãe de Deus, recordai de mim."
Jaculatória: São José de Cupertino, tesouro de graça, rogai por mim.

NONO DIA
Máxima: "Sendo Vós criado para amar e servir a Deus, vos será pedida conta de se tem amado a vosso Criador."
Jaculatória: São José de Cupertino, fogueira de amor de Deus, rogai por mim.

Oração Final para todos os dias:

Deus, nosso Pai, hoje vos pedimos pela intercessão do vosso servo São José de Cupertino que envieis sobre nós o Espírito Santo e plenificai-nos com vossos dons celestiais:

Vinde Espírito Criador, a nossa alma visitai 
e enchei os corações com vossos dons celestiais.
Vós sois chamado o Intercessor 
de Deus excelso dom sem par,
a fonte viva, o fogo, o amor, a unção divina e salutar.
Sois o doador dos sete dons e sois poder na mão do Pai, 
por Ele prometido a nós, por nós seus feitos proclamai.
A nossa mente iluminai, os corações enchei de amor, 
nossa fraqueza encorajai, qual força eterna e protetor.
Nosso inimigo repeli, e concedei-nos a vossa paz, 
se pela graça nos guiais, o mal deixamos para trás.
Ao Pai e ao Filho Salvador, por vós possamos conhecer 
que procedeis do Seu amor, fazei-nos sempre firmes crer.
Amém!

Rogai por nós, Bem-Aventurado São José de Cupertino, 
para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém!

São José Cupertino, rogai por nós.
Espírito Santo, iluminai-nos.
Nossa Senhora, Imaculada Esposa do Espírito Santo, rogai por nós.
Sagrado Coração de Jesus, sede da Divina Sabedoria, iluminai-nos.